Serviços

Segurança Alimentar

A Higiene e Segurança Alimentar são fatores preponderantes na atuação das empresas que operam com produtos alimentares, quer pelo cumprimento dos requisitos legais, quer pelos consumidores que se tornam cada vez mais exigentes.

No sentido de ajudar as empresas neste propósito foi desenvolvido a nível europeu o diploma de Análises de Perigos e Pontos Críticos de Controlo, conhecido por HACCP, metodologia preventiva que orienta a atuação das empresas do Sector Alimentar, para que se garanta a inocuidade dos processos assim a qualidade dos géneros que comercializam.

KMED EUROPA é especialista em higiene e segurança alimentar, desenvolvendo as ferramentas e prestando os serviços necessários à implementação e manutenção do Sistema HACCP em cada cliente.

Assessoramos as empresas no cumprimento da legislação, oferecendo complementarmente formação aos seus colaboradores, elaboração da documentação técnica necessária à implementação e manutenção do Sistema HACCP e prestando consultoria técnica permanente.

Sistema HACCP

Sistema HACCP – Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo, é um sistema de carácter preventivo que tem como objetivo a produção de alimentos seguros. Este sistema baseia-se em 7 princípios, que deverão ser aplicados em todas as fases do processo de obtenção dos alimentos e ao longo de toda a cadeia alimentar (agricultura, pecuária, industria alimentar, restauração, pastelaria, panificação, armazenagem e distribuição de alimentos).

Pela importância que reveste a aplicação sistemática da ciência e tecnologia no planeamento, controlo e documentação duma produção de alimentos segura, todas as empresas do Sector Alimentar são obrigadas a aplicar programas de segurança baseados na metodologia HACCP, de acordo com o Regulamento (CE) n.º 852/2004 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 29 de Abril de 2004.

Os 7 Princípios do HACCP

Mais valias

Cumprimento da legislação em vigor;
Melhoria na qualidade higiénica dos produtos alimentares, diminuindo os riscos para os consumidores e garantindo a sua segurança;
Prevenção da saúde pública – diminuindo o risco de ocorrência de doenças derivadas dos alimentos;
Otimização dos recursos técnicos e humanos.
Ações de Autocontrolo mais eficientes, e como tal, menor probabilidade de ocorrência de falhas e acidentes;
Maior confiança e melhoria da qualidade do produto/serviço, perante as autoridades oficiais, agentes económicos e consumidor em geral.

Auditorias de Diagnóstico

A Auditoria de Diagnóstico consiste numa visita efetuada às instalações do Cliente que gera dados que possibilitam a verificação da situação inicial relativamente ao cumprimento dos requisitos exigidos e fornece informações sobre qual o ponto de partida e as adequações necessárias à correta implementação do HACCP.

Objetivos

O objetivo principal da Auditoria de Diagnóstico é a avaliação do estado de implementação do plano HACCP (Hazard Analysis and Critical Control Points) e respetivos Pré-Requisitos, assim como dos registos e procedimentos executados durante os processos de produção / transformação dos alimentos.

Através da Auditoria de Diagnóstico, é possível determinar em que ponto da implementação do sistema HACCP o Cliente se encontra. Desta forma, poder-se-á determinar se é necessário iniciar a assessoria a partir do 1.º Ciclo, ou se o processo de implementação pode avançar diretamente para o 2.º Ciclo.