Segurança no Trabalho

Avaliação de Ruído Ocupacional

“A exposição ao ruído pode causar diversas perturbações da audição. A exposição de curta duração e pressão sonora extremamente elevada pode causar lesões auditivas imediatas. A exposição a níveis sonoros elevados pode provocar zumbidos constantes nos ouvidos, também designados por acufenos, que podem ser o primeiro sinal de que a audição está a ser afetada”.

Pode ocorrer a perda temporária da audição após a exposição ao ruído, que pode ter uma recuperação progressiva a partir do momento em que cessa a exposição. Por outro lado, pode verificar-se a perda permanente de audição, que é uma das consequências mais graves da exposição ao ruído, decorrente de um processo continuado de exposição a níveis de ruído e tempos de exposição que ultrapassam os limites a que o organismo é capaz de resistir sem danos significativos.

Há que ter em consideração que os níveis de ruído não são igualmente nocivos nas várias bandas de frequência e que as suscetibilidades individuais podem levar a efeitos muito distintos em várias pessoas de um grupo sujeito à mesma exposição.

A exposição ao ruído pode colocar os trabalhadores perante uma série de riscos para a sua segurança e saúde, nomeadamente:

 Perda de audição;
 Distúrbio do sono;
 Interferências na Comunicação oral;
 Efeitos fisiológicos;
 Perturbações na concentração;
 Perda de eficiência no Trabalho;
 Incomodidade em termos gerais;
 Stress relacionado com o trabalho;
 Agressividade;
 Risco acrescido de acidentes;

KMED EUROPA desenvolve estudos de exposição ao ruído ocupacional, através da medição da quantidade e intensidade de ruído existente nos locais de trabalho, identificando fatores de risco pela exposição ao agente agressor ruído, apresentando ações corretivas por forma melhorar as condições e ambiente de trabalho.