Segurança no Trabalho

Avaliação de Conforto Térmico

     


A actividade humana é fortemente condicionada pelo ambiente térmico. Na maioria dos casos, essas condições não causam danos ao indivíduo mas, em certas situações, devido ao seu efeito, quer cumulativo, quer de choque, podem causar sérios problemas ao organismo. Os agentes associados ao ambiente térmico, temperaturas do ar, níveis de humidade, velocidade do ar..., influenciam o desenvolvimento de qualquer prática.

As reacções humanas ao desconforto térmico, podem afectar o seu comportamento a todos os níveis e, como consequência, resultar em diversos problemas como: mau relacionamento interpessoal e hierárquico, más posturas, absentismo, desmotivação…, tendo como pano de fundo a baixa produtividade do trabalho.

Em ambientes cuja temperatura é elevada, o organismo defende-se de forma a manter o equilíbrio metabólico. As situações muito agressivas termicamente podem originar danos irrecuperáveis para o trabalhador, sobretudo se este sofrer do chamado golpe de calor. Em muitos casos são necessários meios auxiliares para controlar o ambiente térmico, uma vez que a resistência humana tem os seus limites, embora subjectivos.

Efeitos da alta temperatura: aumento da frequência cardíaca, perdas de água e sal, diminuição da agilidade mental, cataratas e conjuntivites, etc.

Em ambientes cuja temperatura é baixa, o organismo pode sofrer danos devido a uma relação directa entre o tempo de exposição e as condições de protecção corporal. No conjunto dos efeitos nocivos, deve haver especial cuidado face àqueles que resultam do chamado choque térmico que, geralmente, ocorre aquando de um brusco abaixamento da temperatura.

Efeitos da baixa temperatura: enregelamento dos membros, deficiente circulação sanguínea, frieiras, redução das actividades motoras, destreza e força, etc.

A KMED EUROPA desenvolve estudos de conforto térmico analisando os locais e ambientes de trabalho, bem como as características dos trabalhadores que possam eventualmente estar expostos a factores de risco e desconforto térmico, visando corrigir as condições inadequadas e introduzir melhorias.